Fototerapia - PUVA E UVB 311 nm

A utilização da radiação ultravioleta permite o tratamento eficaz de várias doenças da pele, tais como: psoríase, parapsoríase, micose fungóide, pitiríase rósea, líquen plano, pitiriase liquenóide crónica, eczema atópico, vitíligo, ...
As modalidades mais utilizadas são:
  • PUVAterapia em que, uma substância fotossensibilizante (8-metoxi-psoraleno), é administrada por via oral ou tópica, sendo a pele, posteriormente irradiação com UVA.
  • Fototerapia UVB (actualmente utilizam-se mais os UVB de banda estreita, 311 nm) que dispensa a utilização prévia do fotossenbilizante.
O tratamento é, habitualmente, efectuado três vezes por semana, sendo necessárias várias sessões até se obter a melhoria ou resolução clínica da doença.
O tratamento comporta alguns riscos tanto imediatos (queimadura, fotossensibilidade, prurido) como tardios (fotoenvelhecimento cutâneo e aumento do risco de algumas formas de cancro de pele - particularmente o carcinoma espinocelular). Por isso, é um tratamento que deverá ser efectudo apenas sob orientação de médico dermatologista, que saberá prevenir, vigiar e tratar os possíveis efeitos secundários da fototerapia.