Tricoscopia

 

A tricoscopia consiste na análise detalhada do cabelo e do couro cabeludo utilizando tricoscópios ou dermatoscópios manuais ou digitais. Os sistemas digitais mais diferenciados têm a vantagem de permitir maiores ampliações e o armazenamento das imagens.

As áreas de maior interesse para utilização da tricoscopia são a alopecia não cicatricial, a alopecia cicatricial, as doenças da haste capilar e as doenças inflamatórias do couro cabeludo.

O recurso a esta técnica permite identificar várias características, tais como: óstios foliculares vazios, pontos amarelos, brancos,  pretos, cabelos em ponto de exclamação, heterogeneidade do diâmetro dos cabelos, predomínio de unidades foliculares com apenas um cabelo, áreas vermelho-leitosas, áreas branco-marfim sem óstios foliculares, escamas tubulares perifoliculares, hiperplasia perifolicular em explosão estelar, cabelos em vírgula, saca-rolhas, ziguezague, etc.

A tricoscopia também permite identificar as anomalias da haste capilar características da trichorrhexis nodosa, trichorrhexis invaginata, monilethrix, pili torti e pili annulati.

Em conclusão, a tricoscopia é um método não invasivo útil na avaliação e diagnóstico da maioria das doenças do cabelo e do couro cabeludo.

 

Voltar às Informações